Acompanhado da esposa, Bruno deixa prisão após receber liminar do STF

Goleiro Bruno cumprimenta pessoas conhecidas e sorri após saída da APAC de Santa Luzia (Foto: Reprodução/ TV Globo Minas)
Bruno cumprimenta conhecidos e sorri após saída da Apac de Santa Luzia (Foto: Reprodução/ TV Globo Minas)

Depois de mais de oito horas de espera, o goleiro Bruno deixou a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde estava detido desde 2015. Acompanhado pela esposa Ingrid Calheiros, advogados e amigos, Bruno deixou o pavilhão sorrindo e cumprimentou as pessoas que o aguardavam no pátio (confira no vídeo acima). O jogador não deu entrevistas e seguiu rumo a um sítio nas proximidades da capital mineira, cuja localidade não foi revelada.

Mais cedo, Bruno recebeu um habeas corpus da Justiça, permitindo que recorra em liberdade da condenação pelo sequestro, morte e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio. A liminar foi deferida na noite de quinta-feira pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A expectativa dos advogados era de que o goleiro fosse solto no fim da manhã desta sexta. No entanto, o alvará de soltura foi enviado pelo STF à comarca de Contagem. Só no fim da tarde o documento chegou ao Fórum de Santa Luzia. De lá, um oficial de justiça seguiu rumo à Apac para determinar a soltura. Após deixar a prisão, o goleiro está liberado para trabalhar, jogar e também viajar para o exterior, desde que informe à Justiça onde possa ser encontrado. Segundo Lúcio Adolfo, advogado do jogador, Bruno teve sondagens de alguns clubes, inclusive de fora do Brasil, para atuar profissionalmente.

 

 

Fonte:http://globoesporte.globo.com/mg/futebol/noticia/2017/02/acompanhado-da-esposa-bruno-deixa-prisao-apos-receber-liminar-do-stf.html