Após críticas, Temer altera decreto sobre mineração na Amazônia

Resultado de imagem para temer
Foto: Evaristo Sa/AFP

Na véspera de uma viagem para a china, o presidente Michel Temer reuniu todos os ministros no palácio do planalto e anunciou mudança no decreto muito criticado que liberou a exploração mineral numa reserva na Amazônia.

Na reunião com ministros e líderes, Temer procurou saber em que pé andam as ações de governo. Uma teve que ser corrigida com a reunião em andamento: a extinção da Reserva Nacional do Cobre e Associados, a Renca, que vem provocando muita reação, até entre aliados.

Os ministros do Meio Ambiente e de Minas e Energia anunciaram um novo decreto que vai detalhar como será a exploração, com garantias das questões ambientais e indígenas.

“Eu tenho certeza de que, com essas decisões, nós vamos ter muita responsabilidade na região e não vai acontecer um desmatamento desenfreado conforme era o nosso receio”, disse Sarney Filho.

Ambientalistas disseram que o novo texto traz mais salvaguardas para as áreas protegidas, mas alertaram que o texto continua sem proteger a região dos efeitos indiretos da mineração como garimpo e desmatamento.

A reunião também tratou da pauta econômica, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, falou da recuperação da economia, e disse que há entusiasmo com os resultados.

“Da austeridade fiscal, da confiança que a economia passou a ter com todos os projetos aprovados, teto dos gastos etc. e toda a série de reformas em andamento, que fez com que o controle fiscal, também, muito rígido de despesas correntes, discricionárias, fizeram uma maior confiança na economia e isso já foi um fator da maior importância”.

Mas o Planalto sabe da iminência de uma nova denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer. A primeira, que chegou ao Congresso em junho, levou o governo a focar na batalha por votos até conseguir barrá-la.

Com o ajuste fiscal dependendo de votações no Congresso, mais um desgaste político envolvendo o presidente pode atrapalhar.

 

Leia mais no Link http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/08/apos-criticas-temer-altera-decreto-sobre-mineracao-na-amazonia.html

Leave a Comment