Márcia Maia sugere mobilização da UNALE por Frentes da Juventude no país

unnamed (5)

As Assembleias Legislativas de todo o país deverão participar de uma mobilização nacional em prol da instalação de Frentes Parlamentares da Juventude nos legislativos estaduais. A sugestão, acatada pelo colegiado, foi apresentada pela deputada estadual e vice-presidente de assuntos sociais da Secretaria da Juventude da UNALE, Márcia Maia (PSDB), que participou do encontro representando a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

“Uma oportunidade ímpar para colocar definitivamente o jovem na pauta Legislativa dos Estados do Brasil. Além disso, vamos reivindicar a inclusão de assento para a UNALE no Conselho Nacional da Juventude. Pautar o protagonismo juvenil e políticas públicas contínuas para o jovem é um dos caminhos para mudar o país”, defendeu a parlamentar potiguar.

O encontro da Secretaria da Juventude reuniu o presidente e deputado Georgeo Passos (PTC-SE), os vice-secretários da secretaria de juventude Rodrigo Delmasso (PTN-DF), Severo Eulalio (PMDB-PI) e Marcia Maia (PSDB-RN), para deliberar o programa de atuação da secretaria durante o ano.

Entre as definições foi prevista a realização de duas conferências regionais, uma em cada semestre da gestão, sendo que uma delas deverá acontecer em Natal, ainda este ano, em data a ser confirmada. Também foi definhada a criação de uma frente parlamentar pró-juventude, com um membro em cada Assembleia; a participação no Conselho Nacional de Juventude e a elaboração de um estatuto regional do adolescente.

Além das propostas, foi definida ainda realização de um Seminário Nacional da Secretaria de Juventude, que seria realizado em paralelo a 21ª Conferência Nacional da Unale.

Nacional

Os presidentes das Secretarias Temáticas da UNALE (Mulher, Juventude, Cidades, Segurança, Saúde e Educação, Ciência e Tecnologia), da Comissão de Desburocratização e dos Parlamentos Regionais se reuniram na segunda-feira (27), na sede da entidade, em Brasília, para discutir os trabalhos da gestão 2016/2017.

Na oportunidade, foi definido apoio ao debate sobre a fosfoetanolamina (pílula do câncer), a possível saída do Brasil do Mercosul, a participação na política nacional de juventude, encaminhamento da carta de Sergipe para as Assembleias, Prefeituras, Congresso Nacional e Presidência da República; a criação de uma secretaria voltada para a área de agricultura, atuar na cobrança da reforma previdenciária, debater a questão da violência contra a mulher, entre outros.

As proposições do encontro e os planos de gestão de cada uma das seis secretarias serão encaminhados para deliberação na primeira reunião da diretoria executiva, marcada para o próximo dia 11 de junho. Além da deputada Márcia, participaram ainda deputados Piauí, Espirito Santo, Sergipe, Paraíba, Minas Gerais, Amazonas, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.