Natal registra novos ataques a ônibus; frota é recolhida

onibus
Três ônibus foram incendiados neste sábado em Natal (Foto: Alisson Emanuel de Oliveira Fagundes)

A capital potiguar registrou novos ataques a ônibus neste sábado. Por volta das 14h criminosos atearam fogo em três ônibus no terminal de Brasília Teimosa, na Zona Leste de Natal. Pelo menos 24 veículos, incluindo carros e ônibus, foram alvos de ataques desde o início da tarde desta sexta (29). O estado já registra 35 ataques. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), 25 suspeitos de envolvimento nos ataques foram presos até as 13h deste sábado (30).

Um carro também foi incendiado na tarde deste sábado e, Mãe Luíza, na Zona Leste da capital. De acordo com a PM, um homem armado mandou o motorista descer e ateou fogo no carro que ficou completamente queimado. O motorista não se feriu.

Já na praia de Maracajaú, no município de Maxaranguape, foi o posto policial que foi alvo de criminosos que jogaram um coquetel molotov na entrada do local. O fogo foi controlado rapidamente e ninguém ficou ferido.

Após os ataques no terminal de Brasília Teimosa neste sábado, os ônibus começaram a ser recolhidos das ruas por volta das 15h. Mais cedo o governo havia confirmado 32 ataques em dez cidades do estado. Com o incêndio dos ônibus, o carro queimado em Mãe Luíza e o ataque ao posto policial de Maracajaú o número passa para 35 em 11 cidades.

De acordo com o governo, os ataques aconteceram em Natal, São Gonçalo do Amarante, Parnamirim, Macaíba, Mossoró, Caicó, Currais Novos, Florânia, Santa Cruz e Jardim de Piranhas. A Secretaria de Segurança Pública preferiu não detalhar os locais e número de veículos queimados e depredados, mas, de acordo com um levantamento do G1, pelo menos 24 veículos foram alvos de bandidos.