Opinião: o ano já “acabou”, e o Palmeiras não estreou; Cuca precisa ser cobrado

Cuca, técnico do Palmeiras, durante o jogo contra o Vasco, em Volta Redonda (Foto: André Durão)
Cuca, técnico do Palmeiras, durante o jogo contra o Vasco, em Volta Redonda (Foto: André Durão)

A Libertadores era a obsessão do Palmeiras, e o time perdeu para o Barcelona de Guayaquil nos pênaltis, mas jogando mal, correndo sério risco de ser eliminado ainda no tempo normal. Como o próprio Cuca falou, a dor dessa frustração ainda é forte e influenciou diretamente no empate com o Vasco em 1 a 1 neste domingo, em Volta Redonda. Mas é preciso seguir em frente. Não pode deixar essa dor demorar a passar.

Estamos no meio de agosto, e o ano já acabou para o Palmeiras. Eliminado no Paulistão, na Copa do Brasil e na Libertadores, o time fatalmente terminará 2017 sem levantar um troféu, já que está a 14 pontos do líder Corinthians, que tem um jogo a menos e não dá mostras nenhuma de que vá despencar. Acontece. Ser campeão não é o usual, é a exceção.

E não se trata aqui de cobrar pelo menos um título de todos os times da Série A, independentemente se o clube é rico ou não. Trata-se de cobrar futebol.

Leia mais no Link: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/opiniao-o-ano-ja-acabou-e-o-palmeiras-nao-estreou-cuca-precisa-ser-cobrado.ghtml

Leave a Comment