Pacientes aguardam atendimento em macas do Samu no maior hospital público do RN

Ambulâncias do Samu estão paradas porque as macas foram utilizadas no Walfredo Gurgel (Foto: Clayton Carvalho/Inter TV Cabugi)
Ambulâncias do Samu estão paradas porque as macas foram utilizadas no Walfredo Gurgel (Foto: Clayton Carvalho/Inter TV Cabugi)

Estou vendo a hora morrer e ninguém me ajudar em nada”, disse dona Cleonice da Silva, de 57 anos, que está há 20 dias em uma maca no corredor do maior hospital público do Rio Grande do Norte. Ela deu entrada no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel depois que caiu e fraturou o fêmur. a unidade hospitalar tem capacidade para receber 270 pacientes e abriga atualmente 390. Destes, 120 estão em macas, muitas delas espalhadas pelos corredores do hospital.

 

Leia Mais no link: http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/pacientes-aguardam-atendimento-em-macas-do-samu-no-maior-hospital-publico-do-rn.ghtml

Leave a Comment